Mostrando postagens com marcador batata. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador batata. Mostrar todas as postagens

Quarta-feira

batatinhas ao murro..

 
Posted by Picasa

primeiro elas foram para o forno por uns 30 minutos, envoltas em papel alumínio, pinceladas com manteiga e temperadas com sal light e pimenta do reino moída.
Depois foram recheadas com queijo catupiry, queijo brie, folhas de tomilho, flor de sal e pimenta e voltaram no forno para dar uma leve derretida. Mas quando sáíram ainda levaram uma maçaricada!!
merece repeteco.

Segunda-feira

caldo verde [em dia de chuva]

Posted by Picasa

refoguei 2 dentes de alho pequenos, bem amassadinhos em um pouco de azeite.joguei duas batatas médias, descascadas e cortadas em cubos.
coloquei 1 litro de água que já estava um pouco quente com 1 tablete de caldo de legumes Vitalie [que é sem gordura], uns 20 minutos.
deixei esfriar um pouco [o tempo de um bom banho], bati no liquidificador, enquanto isso, joguei o paio picadinho na panela com um fio de azeite. quando começou a soltar perfume, joguei o líquido, esperei ferver mais cinco minutinhos, apaguei a chama do fogo e acrescentei a couve picada bem fininha, do tamanho que caiba numa colher de sopa, que é para evitar fios de couve pendurados na boca [haha]

Quinta-feira

salada de batata com iogurte

 

 
Posted by Picasa


eu tenho um certo preconceito com maionese na comida, apesar de adorar o sabor da dita, mas sabe-se lá porque torço o nariz quando ela aparece em pratos. Daí que certo dia vi a salada de batata da Fer e me deu aquela afliçãozinha de vontade de fazer e PIMBA é deliciosa. ;)

vou reproduzí-la aqui e vocês podem ver ela .

cortei as batatas, descasquei antes, e cozinhei até ficar macia.

enquanto isso preparei o molho:

3 colheres de sopa cheias de iogurte, 1 colher de sopa cheia de maionese, mostarda dijon 1 colherzinha, sal, pimenta moída na hora, cebolinha francesa cortadinha, 1 dose generosa de azeite. Coloquei também 1 pitaco de mostarda em pó e um pouquinho de mostarda em pasta que tenho aqui, que é bem forte.
emulsionar com um fuet e vai corrigindo o sabor à gosto.

depois misturei cuidadosamente a batata cozida com o molho. não mechi muito para não quebrar as batatinhas.

acho que ainda não falei, mas aqui em casa temos um fraco por comida alemã, então essa salada de batata virou companhia certeira dos joelhos, salsichões, chucrutes e e-tê-cé-tê-ra que saem da minha cozinha.
;)

Segunda-feira

almoço de domingo no Outback

aconteceu o seguinte:

sabe-se lá porque, eu apareci com a idéia de que o nosso almoço de domingo poderia ser no Outback, e sabe-se muito menos porque, o meu marido concordou, ou melhor, aceitou, sem questionar.

então lá fomos nós, estacionar em shopping Leblon para conseguir uma mesa no Outback.
Era tudo muito estranho, sulreal, e eu tentava convencer Tuna, de que tudo ali era muito bom, que ele não ia conseguir nada igual em nenhum outro lugar (de fato eu estava certa)..

para começo de conversa, 26 mesas aguardando na nossa frente.tudo bem, rodamos um pouco, voltamos, sentamos num banquinho de espera e eu pedi a famosa cebola.

espera um pouquinho e...Zásss, cebola pronta na nossa frente. Meu Deus, o que era aquilo?? (mas até aí au ainda dizia que tudo era muito bom, e Tuna olhava para mim quase sem acreditar naquilo). Gente, não dá para sentir sabor, é um tempero, um sal, uma gordura, um horror, sem perdão.

ainda faltavam 16 mesas (que loucura!! por muito menos viramos as costas e desprezamos um lugar no Valsugana, um italiano maravilhoso em Pedra Azul, mas vá lá, tem dias que essas coisas inexplicáveis acontecem mesmo com a gente).

espera, espera, pronto!!

-D. Paula, queira nos acompanhar, sua mesa está pronta!!

de entrada escolhemos uma Ceasar Salad, que chegou em cinco minutos e me dava a exata impressão de que eu estava mastigando pedaços de sal, e é bom deixar bem claro que eu sou daquelas que coloca sal antes de provar, sou íntima no assunto, e me sinto segura o suficiente para dizer que a ceasar deles é incomível! mas, veio acompanhada de um pãozinho australiano quentinho com uma manteiguinha, que foi a única coisa gostosa do nosso almoço. Senti o meu encontro com a dita Ceasar por bom tempo!!

a carne escolhida foi um contra-filé. A essa altura eu só queria que aquilo tudo acabasse logo, o almoço prazeroso de domingo já tinha se transformado em uma catástrofe, e a única coisa que conseguíamos era olhar um para a cara do outro e cair na risada.

Tuna só perdeu o controle mesmo, quando pediu uma coca-cola e descobriu que era de máquina. Para amenizar a situação eu ainda tive a cara de pau de falar:

-eu adoro refrigerante de máquina..(daonde eu tirei isso???)

chegou o contra-filé com uma batata recheada, que era gostosa. Também, pudera!! batata não tem como ficar ruim!! Agora, a carne...me digam se eu estou ficando louca ou se a sensação que eu vou descrever é verdade!! a carne era macia, mas não era suculenta, não fazia miam-miam na boca, era bonita, mas era artificial, será que é possível??
Não tinha sabor!!

tudo acabou bem, no fim, chegamos sãos e salvos, um pouquinho mais pobres e insatisfeitos..

bem, foram essas as sensações de ter almoçado no Outback. Alguém me corrija, se puder..

;(

Domingo

rosti

 

ela ficou assim, fininha, com cara de hamburger de frango, mas ficou bem gostosinha e acompanhou um peito do pato que assou no forno com um molhinho de laranja u-lá-lá, e esse foi o nosso almoço de domingo.

a rosti é o seguinte: coloquei as batatas, para cozinhar em água fervendo por 20 minutos, usei asterix, que tinha na geladeira, aquela da casca roxinha. Esperei esfriar e tirei a casca com a mão mesmo, é mole! Depois passei no ralo grosso e misturei essa massa de batata ralada com queijo parmesão ralado na hora, um pouco de gruyere também ralado na hora, cebolinha verde picada, sal e bacon (que já tinha fritado e retirado o ecesso de gordura com papel toalha). Até aqui tá moleza, a hora de fritar é que precisa de paciência e persistência, porque se você nunca tiver feito, garanto que vai pegar o jeito só depois da terceira, ou quarta e de já ter desmontado o formato redondo de algumas ;)
a dica é fritar com manteiga, porque ela que vai ajudar a fazer a crostinha da rosti, e virar com a escumadeira...
Posted by Picasa